Maioria dos casos estão relacionados com transtornos mentais, como depressão, transtorno bipolar e abuso de substâncias.

Desde 2014, o dia 10 de setembro é oficialmente o Dia da Prevenção ao Suicídio. A campanha organizada pela Associação Brasileira de Psiquiatria – ABP, juntamente com o Conselho Federal de Medicina – CFM, também acontece durante o ano todo, propagando este tema de relevância no âmbito de saúde mental.

Setembro Amarelo hoje conhecido em todo o Brasil tem como objetivo prevenir e reduzir os números de suicídios, umas vez que, por ano são registrados mais de 13 mil casos no Brasil e mais de 1 milhão em todo o mundo. Cada vez mais esses números aumentam e a situação é preocupante, principalmente no caso dos jovens.

A maioria dos suicídios estão relacionados com transtornos mentais, que registram cerca de 96,8% dos casos, dentre eles podemos citar a depressão, transtorno bipolar e abuso de substâncias.

Com o crescimento da campanha, desde 2016 muitas ações são realizadas em virtude do Setembro Amarelo, como iluminação de espaços públicos e privados, divulgação na imprensa de todo o país, iluminação de monumentos históricos, como o Cristo Redentor, caminhadas e ações para a conscientização da população.

Existem diversas comunidades de ajuda para esses casos, uma delas é o Centro de Valorização a Vida – CVV. Com mais de 59 anos de atuação, visa prestar apoio emocional para aqueles com algum transtorno mental que precise de ajuda. A comunidade disponibiliza para a população diversas ferramentas, uma delas é o canal de atendimento onde um voluntário conversa com a pessoa por telefone através do número 188, em todo o território nacional, atendendo 24 horas por dia.

Nos solidarizamos com as pessoas que passam por algum tipo de transtorno mental e abraça a campanha do Setembro Amarelo, para juntos podermos conscientizar e prevenir o maior número de suicídios possíveis.

A campanha do Setembro Amarelo possui um site com diversas informações. Para saber mais acesse setembroamarelo.com e fique por dentro de tudo sobre a prevenção e conscientização do suicídio.

Fonte: ANOREG-BR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *